Letra de De reprente, o amor

Augusto

Letra de De reprente, o amor de Augusto
Busca letras de canciones, artistas y radios de diferentes paises y ciudades.

Letra de DE REPRENTE, O AMOR de AUGUSTO.

( Augusto )

Foi assim tão de repente
Acontece nos milagres
Nossos olhos se encontraram
Se falaram sem falar

E o mundo parecia
Tão pequeno em nossas mãos
Um convite em teu sorriso
Um desejo em meu olhar

REFRíO:
De reprente, o amor como um raio na escuridão
Uma doce loucura, sem explicação
Um te quero, um beijo, um sonho
Prá começar
Um minuto fatal, de repente, o amor

Foram tantas madrugadas
Tantos risos pelo vento
Tantas noites encantadas
Na magia desse amor

Foram tantas as loucuras
Tantas juras em silêncio
E prá que usar palavras
Quando fala o coração

Se esse amor é só um sonho
É fantástico sonhar
E em teus braços despertar
De repente o amor.
Video de De reprente, o amor